Encontro literário reúne 90 autores em eventos gratuitos



Um encontro histórico entre Ruth Rocha e Maurício de Sousa, ambos com 80 anos e dois dos maiores escritores infantojuvenis do Brasil, marca a abertura, nesta terça-feira (11) à noite, em São Paulo, do Emil, Encontro Mundial de Invenção Literária. Além do encontro desta noite, no Museu da Língua Portuguesa, o Emil vai promover, entre os dias 12 e 15, eventos com cerca de 90 escritores em 35 locais da capital paulista – 25 livrarias e 10 equipamentos públicos, como centros culturais, teatros e bibliotecas públicas.

Ao todo, serão 200 horas de programação, totalmente gratuitas, de interação com o público. Entre os estrangeiros, o nigeriano Wole Soyinka, ganhador do Prêmio Nobel de Literatura em 1986, que fala no Memorial da América Latina, no sábado, e o angolano José Eduardo Agualusa, que dialoga com a portuguesa Teolinda Gersão também no sábado, na Livraria Cultura do Shopping Iguatemi. Entre os brasileiros, os destaques são os cartunistas Caco Galhardo e Laerte e os escritores Lygia Fagundes Telles e Paulo Lins.

Durante o evento, várias livrarias darão descontos na venda ao público em geral e serão distribuídos vouchers no valor de R$ 50 para professores e funcionários da rede municipal de ensino. Essas iniciativas têm por objetivo estimular a leitura e expandir o número de leitores de livros.

Para o presidente da CBL, Luis Torelli, trata-se de uma excelente oportunidade de o público ter contato com seus autores preferidos e se envolver ainda mais no universo dos livros. “Queremos que o Emil atue como mola propulsora de estímulo à leitura, por isso, o caráter amplo e de difusão do livro e das livrarias”, afirma.

Gabriel Chalita, secretário municipal de Educação e presidente da Academia Paulista de Letras, diz que o evento é uma oportunidade para ajudar a formar leitores. “Este evento é um grande momento para a cidade refletir o que significa a leitura para o universo do estudante. Queremos muito que os nossos professores participem da grande discussão de gerar o leitor”, diz Chalita.

A programação completa pode ser vista no site www.emil.art.br. O Emil é promovido pela Câmara Brasileira do Livro (CBL), Academia Paulista de Letras (APL) e Associação Nacional de Livrarias (ANL), com a chancela da Lei Rouanet.