Almoço indigesto de Luiz Marinho, tudo sobre PTB, PC do B, bastidores e muito mais



Divulgação

ALMOÇO INDIGESTO
O prefeito Luiz Marinho reuniu a nata de sua campanha, ou o que está sobrando ela, em almoço no Taboão. Os participantes saíram estarrecidos e com muita azia. O prato principal tão esperado, não foi servido: o bom e velho caviar. Dessa forma presidentes de partido e principais candidatos a vereador terão que se contentar com o arroz e feijão, e se brincar, no preço que anda o feijão, só o arroz e ainda de terceira.

ALMOÇO INDIGESTO II
Parece que o pessoal estava creditando a falta do caviar única e exclusivamente à coordenação da campanha e ouviram do prefeito que a coordenação fala o que fala porque é o que ele está falando. Recado dado. A indigestão foi tamanha que dizem que as farmácias nos arredores venderam Dodô o estoque de antiácidos existente.

ALMOÇO INDIGESTO III
Depois da fala de Marinho, o pré-candidato Tarciso Secoli vendeu aos presentes a ”Esperança”, mas parece que ninguém quis comprar outro PF – Prato Feito. Segundo diversos presentes a fala é a seguinte: será montada estratégia onde todos terão que ir para o sacrifício e os que não se elegerem estarão contemplados em seu futuro governo. Isso que pode se chamar de cumulo da autoconfiança.

ALMOÇO INDIGESTO IV
O cardápio ainda contou com análise de pesquisas que indicam a subida de Tarcisio Secoli e seu posicionamento no segundo turno das eleições. Ai, de quebra torcem para que o adversário de Tarcisio Secoli seja ninguém menos do que Orlando Morando, apostando que Alex Manente não apoiaria o tucano.

ALMOÇO INDIGESTO V
A precaução no almoço foi tamanha que os presentes tiveram que entregar os celulares. Só faltou a GCM estar presente com os detectores. Há quem diga que a tática partiu do gabinete da prefeitona Nilza de Oliveira, que em época de campanha se fecha em copas, mas está mandando mais do que o maridão.

PTB
O PTB de Campos Machado anda tocando o terror nas eleições no Grande ABC. O deputado estadual e mandatário maior da sigla anda colocando a faca no pescoço de todo mundo e arrancando a segunda posição das chapas. Dizem que em São Bernardo do Campo não foi diferente, ou é Admir Ferro ou o PTB pode debandar para Orlando Morando e,a credite quem quiser,a te para Tarciso Secoli.

PTB II
Segundo consta, Campos Machado já teria conversado com Luiz Marinho e também com Orlando Morando sobre o assunto. Como se pode observar a ideologia é o que menos importa nesse novo tabuleiro político.

PC do B
O “NOVO Partido Comunista do Brasil em São Bernardo do Campo também é outra noiva muito cobiçada. Segundo consta, tanto Luiz Marinho quanto Orlando Morando e Alex Manente já mantiveram contato com o presidente estadual da legenda Orlando Silva, mas sem obterem sucesso, a resposta recorrente é que eles têm que conversar na cidade, ou seja, com o diretório municipal, que tem o poder de condução de toda e qualquer negociação. Pelo jeito,a te agora, o PC do B é p único partido que não está sujeito às canetadas.

PC DO B II
Segundo fontes do próprio governo, já houve diversas reuniões, mas, sem resultados concretos. Como o partido está bem estruturado e com autonomia da Executiva Estadual, como se dizia, vai esticando o chiclete. Mas uma hora o chiclete arrebenta.

PRB
Segundo comentários diversos, o deputado estadual Orlando Morando está com afinco atrás do PRB de Marcos Pereira que me São Bernardo do Campo está no arco de alianças de Alex Manente e conta com dois vereadores de peso: Rafael Demarchi e João Batista.

PRB II
O problema é que o PRB terá coligação com o PPS o que também ajuda os dois vereadores do partido. A coligação foi acertada pelo mandatário da legenda, Alex Manente em conversa com o presidente nacional do partido, o hoje Ministro, Marcos Pereira. Mas Orlando Morando oferece coligação com o PSDB.

PRB III
A coligação do PRB com o PPS coloca em risco a reeleição de Osvaldo Camargo, já uma coligação com o PSDB prejudicaria mais vereadores e outros postulantes do PSDB. Por exemplo, o advogado Mario de Abreu daria adeus a qualquer chance de eleição.

BASTIDORES
Essa é a primeira eleição nas novas regras. Todos os movimentos até o momento demonstram que o pleito será decidido mesmo nos bastidores, e que o povo, como dizia um velho personagem de Jô Soares, será mero detalhe, para sacramentar nas urnas o que já foi decidido. A conferir........

NOVO ALMOÇO INDIGESTO
Segundo fontes do governo, o próximo almoço indigesto deverá ocorrer na semana que vem ou nas vésperas da convenção do dia 5 de agosto. O próximo prato será o das coligações partidárias. Já é dado como certo: PT do B e PTC, coligação que salva o vereador Roberto Palhinha, outra coligação quase gestada: PR e PROS, que salvaria, em tese, o vereador Índio, e a coligação a ser definida PTN com PDT que privilegia o vereador Ramon Ramos e um do PTN, provavelmente Eliezer Mendes que tem contra si o fato do Pastor Florentino que está em sua coordenação.

FLORENTINO
O Pastor Florentino, que era pastor da Igreja Assembleia de Deus, Ministério São Bernardo, segundo membros da igreja, entregou carta de saída no final do ano, por problemas de alcova. Tomou a medida antes que o escândalo viesse à tona, e fundou nova igreja em Piraporinha. Eliezer tem desmentido sua presença na campanha, mas fontes da legenda confirmam. Entre Deus e o Diabo resta saber quem está falando a verdade. O tempo vai dizer. A conferir.........

PMDB
O bom e velho PMDB de São Bernardo faz mesmo jus ao nome e ostra todo o seu DNA: de Sarney, de Eduardo Cunha, de Renan Calheiros e alguns outros nomes. Tunico Vieira está no partido certo, ombreia com eles. O partido ainda está indefinido quanto ao apoio, e logicamente, com o que vai lucrar, desde que o butim seja em primeiro momento dirigido `a camarilha de Tunico Vieira. O partido já conversou com Orlando Morando e também com Alex Manente. É dada como certa, nos bastidores, a adesão ao PPS. Mas como é o PMDB será necessário esperar até o ultimo instante.

PMDB II
Conformada essa aliança, a executiva estadual do partido, nãos e sabe por que cargas d´água estariam jogando fora a reeleição de Gilberto França, que segue leal ao governo Marinho, e em manobra com Nilson Bonome, coordenador regional da legenda advoga a indicação do vice do petista.

PMDB III
O jovem Bruno Gabriel, que prometia ser uma promessa quase que redentora do partido, trazendo um novo alento à legenda, novo sangue e novas ideias, também parece ter sucumbido aos encantos ainda desconhecidos de Tunico Vieira. Confirmadas suas articulações é mais um jovem em idade na política, mas com práticas velhas, começara entrando pelas portas dos fundos.

PMDB IV
O bom e velho Gilberto França segue impassível uns acham que ele nãos e da conta de que o mundo esta desabando sobre a sua cabeça, outros acham que ele está alicerçado e que pode virar o jogo. Vai saber

O QUE SE SABE
Nesse novo tabuleiro de xadrez, o que se sabe é que nada se sabe. O jogo está sendo jogado, resta saber se vai haver lambari suficiente para ser pescado. É mais um jogo de contrainformação, onde o que é decidido a noite pode não valer na manhã seguinte e o que for decidido pela manhã pode nãos e sustentar a noite. A única coisa certa é que todos os lados estão com medo da “Lava Jato” e terem que acabar justificando de onde saiu tanto caviar. A situação é tão preocupante que não ETA dando nem para comer caviar escondido, e quando tentam come-lo, as precauções são grandes para que suspiros não sejam gravados e fotos não sejam tiradas.

VICES
Com a declaração de Alex Manente que o seu futuro vice deve ser mesmo Admir Ferro, o deputado estadual Orlando Morando já cresceu os olhos para cima do PSB de Antonio Cabrera. Segundo fontes já teria entrado em contato com o vice-governador Geraldo Alckmin.

VICES II
O problema é que o PSDB parece ter virado mais um clube de qualquer coisa do que um partido político. São nos clubes e em outras agremiações que existe: 1º vice, 2º vice, 3º vice. Orlando Morando já ofereceu a segunda posição de sua futura chapa para: Maurício Soares, Marcelo Lima, Tavares, Davanzo e agora Cabrera deverá receber o mesmo convite.

TAVARES
O vereador Tavares que não será candidato à reeleição e apoia o irmão Toninho Tavares, trabalha nos bastidores para tentar levar a segunda posição da chapa. O problema é que os demais candidatos não veem isso com bons olhos porque ele tem o irmão que é postulante à vereança, e não querem privilégios. A posição também seria desconfortável para Orlando Morando caso seja eleito: um vice como Tavares e com base na Câmara: um verdadeiro pesadelo.

ESQUELETOS
O problema da administração Marinho é que ela tem diversos esqueletos dentro do armário, e com certeza virão a tona durante as eleições: as trapalhadas de Cleuza Repulho, o mutirão da catarata, o descaso na saúde, o atraso nas obras e assuntos controversos como a reforma da Biblioteca Monteiro Lobato bancada pela Toyota, com o governo querendo um adicional de R$ 1,5, o Museu do Trabalhador e outros mais. É muito esqueleto para um governo só.

SANTOS E PROSTÍTUTAS
A única afirmação possível no momento é que esse tabuleiro não está para santos e nem para prostitutas, na verdade esta indefinível. Porque juram fidelidade aqui e logo em seguida conversam ali, e depois estão acolá. O interessante é que todo mundo acusa todo mundo de estar com to mundo, ou seja ao invés de tabuleiro está parecendo mais um curral com chifre sobrando para todos os lados. Dizem que tem vereadores até com novos celulares para evitarem grampos. Pelo jeito se salvarão os santos e as prostitutas, e tomara São Bernardo do Campo. Que coisa!