Bordados sobre narrativas pessoais e coletivas são expostos no Museu Municipal



Trabalhos com cor e emoção fazem parte da mostra O ponto de vida das mulheres e opressões cotidianas em cartaz até 14 de janeiro de 2017 no Museu Histórico Municipal (R. Maximiliano Lorenzini, n° 122 – Bairro da Fundação).Promovida pela Fundação Pró-Memória de São Caetano do Sul em parceria com a Secretaria Municipal de Cultural (Secult), a mostra reúne bordados livres no bastidor criados durante a oficina História oral e o bordado: o ponto de vida das mulheres e opressões cotidianas, ministrada por Maria Alencar, orientadora do Viva Arte Teatro, da Secult, entre agosto e outubro, no Espaço Cultural - Casa de Vidro. Cada bordado representa as narrativas individuais e coletivas das participantes.A mostra O ponto de vida das mulheres e opressões cotidianas pode ser visitada de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h, e aos sábados, das 9h às 13. Mais informações pelo telefone 4223-4780.Fundação Pró-Memória